Sobre

Lojong é uma palavra tibetana que significa “treinamento da mente”. ‘Lo’ significa mente e ‘jong’ treinamento ou cultivo. O objetivo da meditação é transformar a mente. Nós todos temos uma mente e todos podemos trabalhar com ela.

Quem toca um instrumento musical tem de treinar e treinar até desenvolver seu potencial. Ninguém espera tocar piano sem treino. Por que seria diferente com qualidades em potencial da mente como relaxamento, atenção, foco e compaixão? Se considerarmos que o benefício da meditação é nos proporcionar uma nova experiência de mundo a cada momento de nossas vidas, então não parece exagero passar pelo menos vinte minutos por dia conhecendo melhor nossa mente e treinando-a para esse tipo de abertura.

O fruto da meditação pode ser descrito como uma felicidade genuína, que não surge do que obtemos do mundo e sim do que trazemos ao mundo, do que cultivamos internamente e oferecemos.

A ciência hoje constata os benefícios da meditação e muitos programas oferecem as práticas de forma bem estruturada e secular, com efeitos comprovados como redução de estresse e ansiedade, ativação de áreas do cérebro ligadas ao bem-estar e aumento de comportamentos altruístas.

O aplicativo Lojong tem como objetivo apresentar estas práticas para quem está começando, sempre aliado aos programas que tem suporte de grandes professores, e também buscar conectar as pessoas com professores e professoras qualificados e grupos em suas cidades para que possam avançar com suas práticas, pois isto é fundamental.

As meditações da área “Caminho” do app são inspiradas no programa Cultivating Emotional Balance, nos livros “Um coração sem medo” de Thupten Jinpa, “Felicidade Genuína” de B. Alan Wallace e “A arte de Meditar” de Matthieu Ricard. São narradas pelo Lama Jigme Lhawang (Gabriel Jaeger), professor, tradutor, terapeuta, mestre de meditação na tradição budista dos himalaias e instrutor internacional certificado pelo pelo Santa Barbara Institute of Conscioussness Studies (California) no Cultivating Emotional Balance.

As práticas do “Programa CEB” são baseada neste programa que foi desenvolvido por Paul Ekman – psicólogo que por décadas dedicou-se ao estudo das emoções – e Alan Wallace – físico e estudioso das tradições meditativas – como resultado de um encontro do Mind and Life Institute em março de 2000, em que se discutiu “Emoções Destrutivas”.

A intenção principal do Programa CEB é oferecer recursos para que o participante aprenda a cultivar níveis maiores de bem-estar emocional. Neste contexto, “bem-estar emocional” equivale ao que os gregos chamaram de eudaimonia, uma felicidade mais genuína e independente da sustentação e do controle de estímulos externos, como explicamos em nosso primeiro vídeo animado. Este bem-estar emocional é abordado como sendo resultado da interação de inteligências desenvolvidas com base em quatro equilíbrios fundamentais apresentados neste módulo. As práticas são oferecidas pela Jeanne Pilli, extraordinária instrutora de meditação, tradutora e instrutora certificada do Cultivando Equilíbrio Emocional.

Em “Outras Práticas”, você encontra mais práticas guiadas baseadas em diversas abordagens, dentre elas as meditações feitas pela Ana Caner, que é psicóloga, doutora em Neurociências pela USP e instrutora do MBSR – Mindfulness-based stress reduction.

E aqui no site, além de reunir artigos, textos e vídeos sobre as práticas contemplativas, vamos divulgar também a agenda de cursos presenciais com estes e outros instrutores para que você possa buscar um maior aprofundamento nestes estudos e práticas.

contato@lojong.com.br